Que venha 2015 \o/

"Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma bênção escondida; uma bênção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.
Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.
Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos.
Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança."
  

Paulo Coelho



Mais um ano chega ao fim, mais uma oportunidade tivemos de sermos felizes. E por acaso nós a aproveitamos? Tá ai uma pergunta que devemos nos fazer antes de fazer qualquer pedido para o ano que esta por vir.  Afinal, nós soubemos dar valor a tudo que recebemos neste ano de 2014? Ora pois, o que recebemos é apenas resultado do que fizemos por merecer, não é verdade?
Em verdade eu posso dizer que, ao meu ver, recebi até mais do que merecia... Porque??? Deixa eu explicar e eu vou falar muitooooooooo, como sempre. Mas garanto que valerá a pena!

2014 foi um ano de muitas novidades em minha vida, muitas descobertas desde o seu inicio, quando eu adentrei ao mundo da literatura. Jamais imaginei que esse mundo fosse tão lindo e tão complexo ao mesmo tempo. Sabe a história da Alice no Pais das Maravilhas? Pois bem, senti-me a própria! É um mundo que tem dois lados bem definidos, editoras vs escritores e antes de criar atritos e bate bocas, deixa eu me explicar melhor.
Muitas editoras estão nascendo no Brasil, o que para a nossa literatura é uma bênção, mas por outro lado continuam a valorizar mais o que vem de fora do que o que pode ser colhido aqui, no quintal de nossas casas. Infelizmente nossa cultura valoriza mais o que é importado do que o que pode ser exportado, e isso em vários aspectos. Na literatura não é diferente. Lógico que demos alguns passos importantes, principalmente este ano, nos degraus que nos levam a aceitação e valorização da literatura nacional, mas ainda sim muito poderia ter sido feito. Um conselho que eu dou, se é que eu posso, é o de que as editoras nacionais assumam um compromisso em 2015, que é valorizar a literatura nacional. Lancem um novo escritor nacional! Vão em busca de novos talentos, pois existem muitos engavetados por todo o Brasil, e sabe por que? Por ser MUITO CARO hoje lançar um livro em nosso pais. E quando eu digo muito, digo muitão mesmo rsrsrsrs. Eu mesma não nego jamais que só lancei meu primeiro livro graças a promoção que participei em 2013, na qual o resultado saiu em janeiro de 2014 e eu fui a vencedora. Meu livro estava aqui engavetado, como se fala, e sem perspectiva de se tornar físico. Isso acontece com muitas pessoas em todo o Brasil, eu mesma conheço algumas, infelizmente. Pior ainda que isso é você acreditar em pessoas e empresas que prometem ajuda-la a conquistar seu sonho, mas que na verdade tornam tudo um pesadelo, como temos visto em nosso mundo literário. Só que, por outro lado, tem empresas sérias, que buscam valorizar a literatura nacional, só que para você chegar até essas empresas você ou tem que ser MUITO BOM ou já ser conhecido no meio literário, o que na verdade é utópico. Não existe o termo - muito bom - na literatura para mim, pois todos tem sempre algo bom a ser lido, basta achar os olhos certos para aprecia-los. Não faço pouco de nenhuma leitura, dou é valor aos livros que tenho em mãos, pois imagino a dificuldade que aquele escritor teve para publica-lo e divulga-lo. E para ser conhecido no meio é preciso ser lido, e para ser lido é preciso ser publicado. Existem meios virtuais e demais modalidades literárias para divulgar e até propagar nossos escritos, mas ainda sim pagamos um preço alto por usar tais ferramentas, como os plágios. Pois é, não é nada fácil ser escritor no Brasil, mas ainda sim eu AMO ser escritora e continuarei a lutar por meu lugar ao sol. Não vai ser fácil, isso eu já sei, mas tenho pelo menos mais dois livros para lançar, que são os da trilogia Apenas Amor e eles vão acontecer!!!


Lendo tudo que eu escrevi e relembrando meu ano literário eu posso dizer que - entre mortos e feridos, o meu livro nasceu! \o/ Vivi momentos tão mágicos como na Bienal, no lançamento do meu livro, conheci pessoas tão especiais ... tudo tão lindo, tão divino, que a gratidão me invade e me emociona. Então eu agradeço por isso a Deus, ao meu filho e meu marido pela paciência, a minha família, meus amigos, em especial minhas #BETAS Ana Carolina e Barbara que estavam sempre "perto de mim" apoiando-me e incentivando a continuar, tipo assim: - "Continue a nadar...!" rsrsrsrs A Uno Editora pela oportunidade que me foi dada, e aos meus 100 leitores amados que adquiriram meu livro e me deixaram muitas mensagens de carinho e incentivo! MUITO OBRIGADA!


Agora vamos pensar no meu EU como pessoa, a Roberta... Eu fui uma boa menina? rsrsrsrs
Este ano foi cheio de altos e baixos, feito uma montanha russa para mim e com isso aprendi algumas lições valiosas, pena que como dizem, quando não aprendemos no amor aprendemos na dor. Então é lógico que algumas lições aprendi com lágrimas, mas fico feliz por dizer que eu as aprendi! Para os que me conhecem assim bem intimamente sabem que venho vivendo tempos difíceis, cheios de provações, medos e incertezas, onde a justiça nem sempre é feita como se deve. Fiquei algumas vezes revoltada, afinal tem seres tão piores que nós vagando pela terra e se dando bem na vida, mas o que eu ganhei com isso? NADA! Ai Deus com toda a sua sabedoria, me mostra que esse meu - se dar bem na vida - não necessariamente é viver bem a vida. Quando acreditamos que existe algo maior que nossas vontades e desejos e que o propósito disto é tornarmo-nos pessoas melhores, percebemos que na verdade somos muito afortunados. A verdade é que somos e temos aquilo que merecemos, então do que adianta esbravejar e chorar quando algo desejado não vem até nós, se a revolta não é boa conselheira. Devemos aceitar os fatos e buscar compreende-los, e então se ainda assim acharmos que não é o que devemos receber, mudemos para tornarmo-nos melhores e merecedores de mais benfeitorias. Fácil falar, difícil viver, eu sei, mas por experiência própria eu digo que procurar entender o que se passa em nossa vida e melhorar o que vem dando errado é a melhor alternativa para quem busca a verdadeira felicidade. Felicidade... Sabe onde ela vive? Dentro de nós mesmos!!! Então estar em paz, estar em sintonia com nosso EU, e buscarmos viver melhor é reconhecer ou reencontrar a verdadeira felicidade. ISSO SIM É VIVER! Tive momentos gloriosos de sorrisos e vitórias, momentos que serão inesquecíveis. Viver com meu filho João Antônio é uma descoberta constante da minha felicidade, e isso não há dinheiro que pague. Momentos comigo mesma, escrevendo, momentos com quem eu amo, momentos com novos amigos, novas descobertas, novos amores. Novos amores, pois como eu deixei claro em meu livro, ao meu ver, existem - Diferentes Formas de Amor - e eu as vivo intensamente, graças a Deus! Por isso tudo que eu vivi, por tudo que eu aprendi e analisando o que eu fiz para merecer tanto, eu posso sentir-me afortunada, pois recebi mais do que acho que merecia, sinal que a misericórdia divina soube olhar-me com carinho e perceber que meus erros foram ocasionados por descuido, pois em meu coração não existe maldade.  Por tudo, meu Deus, MUITO OBRIGADA!!!



Usei a palavra MUITO algumas vezes, mas isso é por que meu ano foi realmente MUITO intenso! Sou uma mulher abençoada, uma mulher que recebe de Deus todos os dias a dádiva de viver nesse mundo, rodeada de pessoas de luz, pessoas magníficas e que só me fazem bem. Que eu possa retribuir a todos tudo o que fazem por mim, pois é o mínimo que eu desejo diante de todas as bênçãos. Acho que fui sim uma boa menina, não creio que isso queira dizer que fui perfeita, mas tenho certeza que minhas ações sempre visaram o bem aos que estavam perto de mim. 
Obrigada meu Deus pela vida que eu tenho! Eu agradeço e peço sim, para que em 2015 eu possa ser uma pessoa ainda melhor do que no ano que se passou. Que eu possa fazer por merecer tudo de bom, para que meus sonhos possam continuar a se realizar. Que minha família continue sendo abençoada com muita saúde e amor, e que a união seja uma dádiva em minha casa. 



A todos vocês eu desejo um ano de muita luz, para que o caminho do bem seja sempre evidenciado e a colheita de bons frutos seja uma verdade na vida de todos nesse ano de 2015. Façam-se presentes na vida dos que vocês amam e que o amor se propague por todos os cantos deste mundo, salvando-nos dos males... Que assim seja!!!

FELIZ 2015!!!



Beijinhos... S2
Roberta Farig





  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Alessandra Isidoro Kavulack disse...

Feliz 2015 amiga e que esse ano seja tão intenso qto o outro. Desejo tbem que vc consiga alcançar todas as suas metas, pois vc merece. Bjãoooo :*

Roberta Farig disse...

Lelê minha amiga querida... OBRIGADA! Eu desejo que em 2015 a gente possa ficar ainda mais próximas viu, pois sua amizade para mim é muito especial... Adorooooo muitão! Beijokas!

Postar um comentário